]

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Companheiro Gildo, presente!

Um comentário:

  1. Gabriela Barboza Pereira18 de julho de 2011 13:18

    Que a justiça seja feita!
    A polícia do ex-governador Roriz assassina militante político e sai impune.Isso em plena democracia, onde haveria o direito de organização e greve dos trabalhadores...Haveria, pois na realidade o que há é uma liberdade falsa.Quando os interesses dos poderosos são ameaçados todo o discurso democrático cai por terra e todos os meios violentos são usados.Essa é a democracia burguesa.
    Nosso companheiro Gildo é um exemplo dessa triste realidade, por isso, como militante do PSTU, vejo na história do companheiro uma inspiração de vida e de luta!

    ResponderExcluir